quinta-feira, 7 de julho de 2011

LER COM OS OUVIDOS

"Temos de ler musicalmente, testando a precisão e o ritmo da frase, ouvindo o ruído quase inaudível de associações históricas que se prendem à margem das palavras modernas, prestando atenção nos padrões, nas repetições, nas ressonâncias, decidindo por que uma metáfora é boa e outra não, avaliando de que forma a colocação perfeita do verbo ou do adjetivo confere à frase um caráter matematicamente definitivo."
James Wood, em Como funciona a ficção

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!