domingo, 8 de junho de 2014

ser
no limite
da incerteza

estar
no fundo
do infinito

mergulhar
no exato
do mundo

deixar
para trás
a indiferença

na superfície
flutuante
do ser

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!